O maior centro de competências de Public Relations

150 consultores, gestores e técnicos, a referência do mercado português da Comunicação

A LPM fundou, em Portugal, a categoria de Conselho em Comunicação. As suas atividades têm-se desenvolvido, desde 1986, sempre na liderança do mercado - fruto da inspiração de clientes sofisticados e exigentes. Para novos problemas criaram-se soluções inovadoras, descobriram-se canais, inventaram-se metodologias. O âmbito de intervenção foi sendo alargado a todas as disciplinas das Public Relations, num movimento que produziu escala e dimensão e atraíu os melhores quadros da nossa indústria. Venha conhecer THE HOUSE OF PR.

Aceleradores de Tendências

Próximos dos Clientes

Na nossa atividade, a dimensão é uma virtude. Trabalhamos diariamente e de forma continuada com quase duas centenas de projetos em valências como Conselho em Comunicação, Assessoria Mediática, Online Reputation Management, Comunicação de Crise, Storyselling, Conteúdos Vídeo, Comunicação Médica, Desenvolvimento Web, Shopper Marketing e Edições. A dimensão das nossas equipas permite-nos acumular e partilhar conhecimento. A circunstância de acompanharmos número tão elevado de clientes não nos impede de acompanhar cada um deles com a máxima atenção em resultado da metodologia que utilizamos, com equipas focadas, motivadas e disponíveis. Áreas onde a LPM mais se tem destacado no tempo recente:

30 Anos 30 Histórias

  • O batizado do príncipe

    Um dos projetos em que mais gostei de participar foi o batizado de S.A.R., o Príncipe da Beira, Dom Afonso de Santa Maria. Aconteceu no dia 1 de Junho de 1996, em Braga, tinha eu os meus 30 e poucos anos. Não sei explicar o porquê, mas julgo que todo o peso histórico do apelido de família, o facto de dar início a uma nova geração de infantes da Casa de Bragança, ou porque gosto de contos sobre a realeza, posso dizer que foi um dos trabalhos que destaco destes meus 26 anos na LPM…

    Desde a promoção e acompanhamento de entrevistas, sessões fotográficas, acreditação de jornalistas nacionais e internacionais, organização do gabinete de imprensa e acompanhamento da cerimónia, este foi um período que vivi intensamente e que me deixou com a sensação de missão cumprida!

  • Eu nem queria sair do Brasil

    Para acompanhar a ação de um cliente no Brasil tive de fazer uma viagem relâmpago: embarcar numa segunda-feira de manhã e regressar numa quarta-feira ao final do dia, passando por duas cidades brasileiras. Entre (muitas) outras peripécias, estive quase para não embarcar de regresso para Lisboa porque o voo estava overbooked. Depois de muito esperar, lá me deram, literalmente, o último lugar do avião (o ideal para quem tem fobia de voar porque é onde se sente mais trepidação)! Depois de já estar na sala de espera com centenas de pessoas, fui inquirida por um elemento da Polícia Federal brasileira e ainda fui encaminhada para um recanto do aeroporto para ser revistada, justificando-se sempre que era o procedimento normal, sendo que das 250 pessoas que embarcaram no avião, eu fui a única com este tipo de procedimento…

  • Qual é a bebida?

    Não me esqueço dos três dias que fui trabalhar num restaurante McDonald’s, porque a marca assim o exige para todas as pessoas que trabalham com eles. O objetivo é trabalharmos no restaurante, passarmos por todos os postos, desde o grelhador até às batatas, somos tratados como qualquer funcionário nos seus primeiros dias, e os meus novos colegas pensavam mesmo que eu ia ficar ali no restaurante. Fui destacada para o McDonald’s BP Padre Cruz. Como não tenho carro, fui os três dias de táxi para o restaurante e, mais tarde, apercebi-me de que já era conhecida no restaurante como “a menina do táxi”. Passei a maior parte do tempo na zona das batatas. Nas horas de ponta os meus colegas estavam sempre a dizer-me que tinha de ser mais rápida mas alguns ainda me diziam que nos primeiros dias era normal e que podia vir a melhorar. Eles não sabiam mesmo que estava ali de passagem…

  • Como assim em cima de um carro?

    Monsaraz, Alentejo. Lançamento de projetos Turísticos de Excelência. Brief recebido três dias antes da sessão. Montagem de tenda para sessão com o Primeiro-Ministro (150 pax). Visita técnica prévia e definição de todos os pormenores. A equipa da LPM chega ao local e recebo uma chamada: “Graça, não sabemos o que fazer, os senhores da tenda montaram a estrutura da tenda por cima de um carro. Não encontraram o proprietário.” Resultado: desmontaram a estrutura, os bombeiros tiraram o carro e, claro, a tenda lá se montou novamente…